Notícia

Operação Praia Limpa fiscalizará orla de Salvador amanhã (17)

Operação Praia Limpa fiscalizará orla de Salvador amanhã (17)

A Prefeitura dá continuidade à operação conjunta Praia Limpa amanhã (17), fiscalizando o litoral da cidade e orientando banhistas e demais frequentadores quanto à proibição do acesso às praias nesse dia da semana. A operação é coordenada pela Guarda Civil Municipal (GCM), com o apoio das secretarias municipais de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e de Ordem Pública (Semop), além da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) e Polícia Militar.

O objetivo, segundo o inspetor-geral da GCM, Marcelo Silva, é fazer com que as normas sanitárias do município para a prevenção da Covid-19 sejam cumpridas, protegendo assim a saúde e a vida das pessoas.

"É importantíssimo que possamos colaborar com o principal, que é o combate ao coronavírus. Apesar de a praia ser um local aberto e arejado, se não houver um controle da ida de pessoas, o distanciamento social não será respeitado e todos estarão expostos aos riscos de contaminação. Nós estamos vendo o número de casos aumentando, cidades tendo que transferir pacientes por falta de estrutura, pessoas morrendo, por isso, é preciso ter esse cuidado", afirma o inspetor-geral.

Rotina - A fiscalização da guarda é feita diariamente na orla de Salvador, mas aos domingos é intensificada e ocorre de maneira conjunta, principalmente nas praias que costumam ser mais frequentadas, a exemplo de Cantagalo, Boa Viagem, Ribeira, Itapuã e Piatã. No Porto e Farol da Barra a fiscalização já ocorre de maneira permanente, inclusive com o apoio de barreira física para a interdição aos domingos e feriados.

Ao avistar pessoas nas praias, os agentes da Guarda Municipal orientam quanto à proibição e pedem para que as pessoas se retirem do local. Apenas em caso de descumprimento e desacato, as pessoas podem ser conduzidas à delegacia. Desde o início da operação em março, apenas 20 pessoas foram conduzidas para a delegacia. Segundo o inspetor geral da GCM, as pessoas têm se conscientizado e agido de maneira pacífica diante das abordagens.

Além da observação do acesso de banhistas, agentes da Semop orientam vendedores ambulantes de que aos domingos e feriados está proibida a comercialização de produtos nas praias. A Transalvador, por sua vez, atua para resolver casos de obstrução de vias e estacionamentos em local proibido.

Dias liberados - As praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã funcionam de terça-feira a sábado (exceto feriados) e as demais, de segunda-feira a sábado (exceto feriados) e sem restrição de horário.

Em todas as praias, deve ser respeitado o distanciamento de 1,5 m entre as pessoas, durante toda a permanência. O uso da máscara é obrigatório, até mesmo durante a prática de atividades físicas, com exceção das aquáticas, momento em que o distanciamento deverá ser de 2m.

São permitidas atividades físicas individuais ou em duplas, desde que os participantes usem máscara durante a prática. Estão proibidas atividades que geram aglomerações, como piqueniques e luaus. Nos dias em que o acesso é permitido, está liberado o uso de materiais como ombrelones, guarda-sóis, sombreiros e similares dos banhistas (exceto no Porto da Barra) e o comércio ambulante também está autorizado.

Dica

ATENÇÃO - Golpe do WhatsApp: o que fazer?

ATENÇÃO - Golpe do WhatsApp: o que fazer?

Entenda como essa armadilha funciona e saiba também como se prevenir.

Artigo

A volta às aulas pós-pandemia

A volta às aulas pós-pandemia

Especialista alerta para os cuidados dos pais no retorno das crianças ao ambiente escolar

Enquete

Você pretende tomar a vacina contra a covid-19?


Ver resultado

Vídeos

Rachel Botsman

Autora do livro "O Que é Meu é Seu - Como o Consumo Colaborativo Vai Mudar o Nosso Mundo", Rachel Botsman diz que estamos conectados para compartilhar. Em 15 minutos, ela tenta te convencer que o consumo colaborativo é o caminho.